Conections

Graffitti na parade do Four Corking

    Ao retratar minha arte na parede do Four Coworking, tinha em mente alguns conceitos.
/
   Escolhi uma figura feminina, pois estamos vivendo uma época de fortalecimento da mulher. Mulheres tem alcançado lideranças na sociedade e tem se colocado ao lado dos homens. As mulheres não são seres para ficarem abaixo dos homens, mas ao lado, combinando o que tem de melhor com o que os homens tem de melhor. Apenas com essa unidade da valorização da mulher e do homem, juntos, nenhum acima do outro, é que poderemos superar grandes problemas da sociedade.
Ela ama o vôo, aproveita a liberdade, buscando entender seus limites. A guitarra representando a música que é símbolo de harmonia, ritmo e beleza. A música é a composição de diversos sons, diversas notas, misturadas, mas em harmonia, que dão um sentindo mais belo para a vida. A mixagem harmonizada se conecta com o outro e inspira, ativa a vontade de contemplação e de criação. 
/
   A caveira em seu pescoço representa a igualdade, que independente de gênero, raça, credo, todos somos iguais, humanos. 
Da mulher saem cabos macho e fêmea. É o convite para a conexão. Atualmente dá-se muita atenção ao indivíduo, e as vezes nos esquecemos que o indivíduo é um ser social, que necessita de conexões reais, vivas, presentes, que se encostam, para viver em sociedade. É inspirado no conceito do Four Coworking, um local onde as pessoas terão contatos reais, não apenas virtual, mas presencial e humano. Alguns cabos recebem informação, mas outros cabos enviam informação. Ou seja, sozinho, não se levanta vôo por muito tempo. A solitude é necessária, mas a solidão deve ser superada. 
É preciso entender que se focarmos apenas no indivíduo, teremos muitas partes e pouco resultado. Uma casa é feita de muitos tijolos, mas muitos tijolos não fazem uma casa necessariamente. Um mundo social, sustentável, não pode ser feito apenas de um monte de indivíduos olhando apenas para si, mas olhando para o outro, ouvindo e respeitando as diferenças, criando empatia e compartilhando conhecimento. 
/
  Por fim, há elementos da natureza.  Não podemos apenas pensar no lucro sem pensar no impacto ambiental. Precisamos entender a importância de trabalharmos com uma economia sustentável.  A borboleta é arquétipo universal de transformação. Quando um indivíduo entra em uma tribo ele transforma a tribo, mas a tribo também o transforma. O pássaro é liberdade. Como disse Rubem Alves: Quem quer voar deve amar o vazio.
 
Back to Top